Minha Experiência Usando a Coloração KEUNE

Desde que virei ruiva, há quase 4 anos, comecei a pesquisar mais sobre o assunto e também sobre as melhores opções para  esse tom, e foi assim que eu conheci a coloração da Keune.

Infelizmente o salão que eu frequentava só trabalhava com Wella, e por isso passei 3 anos utilizando somente a coloração da marca: Color Perfect e Color Touch.

No mês passado resolvi mudar e conhecer essa tintura que tantas meninas comentava. Mudei de salão e também de coloração, e com isso resolvi registrar cada lavagem para ver se Keune era realmente tudo isso que falavam.

Esse é o meu novo tom de ruivo, o Icaro usou  a 7.44 com a 8.34 da Keune.

A primeira observação que eu preciso fazer é que, com a coloração da Wella o meu couro cabeludo coçava horrores até eu fazer a primeira lavagem. Sério…era bizarro!

Com Keune não tive coceira em nenhum momento, e foi ai que já comecei a ver as vantagens. Comentei isso com uma amiga, que também mudou de Wella para Keune e ela me disse a mesma coisa!

Outra coisa que me impressionou muito: desde a primeira lavagem eu não tenho UMA toalha manchada com tinta. Nenhuma!!

Com a Wella soltava muuuuita tinta até a 4 lavagem, e consequentemente minhas toalhas ficavam manchadas.

Quando lavei a primeira vez meu cabelo depois de ter aplicado Keune, fiquei muito feliz em ver que não saiu quase nada na lavagem.

Primeira Lavagem.

Como falei acima, a primeira lavagem eu fiz em casa usando meus produtos habituais. Senti que não desbotou absolutamente nada nessa lavagem. Amei!!!

Segunda Lavagem.

A segunda lavagem eu fiz no salão com uma hidratação da K.Pro, e por isso o cabelo está com bastante brilho.

Olhem como a cor está bem uniforme e também não desbotou nada. Estou muito apaixonada por esse ruivo, sério!! <3 <3

Terceira e Quarta Lavagem.

Quinta e Sexta Lavagem.

Sétima e Oitava Lavagem.

Última lavagem antes do retoque.

O que eu senti com essa coloração é que consigo ter um ruivo mais homogêneo, e sem grandes mudanças de tom ao longo do mês.

É claro que desbota, isso é um processo natural, mas é bem menos se comparado com a coloração da Wella.

Pelas fotos vocês conseguem ver que o tom se manteve praticamente o mesmo ao longo das lavagens, e isso me deixou extremamente feliz.

Antigamente eu pintava meu cabelo de um tom bem vermelho, pois eu sabia que iria desbotar horrores. Já com Keune, eu consigo ter um ruivo natural e bonito o mês todo!

Não tenho mais 4 tons de ruivos ao longo mês, sabe?! Isso para quem faz esse tipo de coloração é sensacional!!!

A coloração da Keune é sem dúvidas bem mais cara do que as outras, porém segundo o Icaro, ela rende muito mais e ainda trata os fios. 

Vocês gostaram do meu novo tom?! Já usaram a coloração da Keune?! Me contem nos comentários!!

Beijos

DUO Jardins

Alameda Tietê, 161 – Cerqueira César, São Paulo – SP

 

Tudo O Que Eu Tenho Usado No Cabelo!

De uns tempos pra cá tenho recebido muitas perguntas a respeito do que tenho usado no meu cabelo, seja pelo brilho ou então pelo tamanho, que diga-se de passagem está enorme.

Confesso que sempre fico muito feliz com esses comentários, pois ultimamente eu tenho cuidado ainda mais do meu cabelo. Estou amando o fato dele estar enorme, e com isso fico mais animada para cuidar melhor.

Vamos começar falando da cor?! Assim já tiro todas as dúvidas de vocês!

Quem me acompanha há bastante tempo sabe o quanto eu queria testar a coloração da Keune. Já tinha lido diversas resenhas positivas a respeito da marca, e por isso estava muito curiosa.

O que mais li foi que a tinta da Keune desbota muito menos, se comparada a todas do mercado, e ela também agride muito menos os fios. Coisa que para quem colore sempre os cabelos é algo muito importante!

Por isso resolvi mudar e conhecer de perto o trabalho do Icaro Sousa, que atende no Duo Jardins e que trabalha com Keune.

O Icaro usou  a 7.44 com a 8.34 da Keune e esse foi o resultado do meu cabelo nas mãos dele!

Estou apaixonada pelo novo tom do meu ruivo, e já adianto que estou fotografando meu cabelo a cada lavagem, para poder fazer uma resenha bem completa sobre a coloração da Keune.

Na foto acima eu havia acabado de hidratar meu cabelo com a linha Caviar da K.PRO lá no Duo Jardins, e gostei muito do efeito dela.

Agora não tem mistério nenhum sobre a cor do meu cabelo, né?! 😉

No vídeo de hoje eu mostrei todos os produtos que eu tenho usado no meu cabelo, desde shampoo até os finalizadores. Eu alterno muitas marcas e produtos, mas é porque eu recebo diversos produtos e gosto de testar tudo.

Afinal, esse é o meu trabalho, né?!

De qualquer forma, no vídeo vocês encontram várias dicas de produtos. Está bem completo e eu espero que vocês curtam!!

Produtos citados no vídeo:

  • Shampoo Eu Sei O Que Você Fez Na Química Passada – Lola Cosmetics
  • Linha Banana – The Body Shop
  • Shampoo e Condicionador Nourish + Shine – Aveeno
  • Shampoo e Condicionador Hydrating – Moroccanoil
  • Máscara Capilar Repair –  Moroccanoil
  • Mega Mask Color Extend Magnetics – Redken
  • Máscara Capilar Color Brillianz – Keune
  • Óleo Diamante Mega Brilho – Niely Gold
  • Leave-In Hair Insurance – Aussie
  • Smoothing Lotion – Moroccanoil
  • Sleek It Frizz Vanisher Cream Advanced Hairstyle – L’Oréal
  • Sleek It Iron Straight Heatspray Advanced Hairstyle – L’Oréal
  • Óleo de Argan Reestruturador Intenso – Lokenzzi
  • Fluído de Blindagem Patrulha do Frizz Match – O Boticário

Beijos

Óleo Diamante Mega Brilho da Niely Gold

Recebi no Carnaval um presskit super bacana da Niely Gold e desde então comecei a usar o Óleo Diamante Mega Brilho.

Faz muito tempo que não uso os produtos da marca, e confesso que me surpreendi bastante com eles. O legal é que são produtos com preço bom e fáceis de encontrar em farmácias, perfumarias e supermercados.

Pela quantidade que eu já usei desse óleo vocês já devem imaginar a minha opinião, né?! 🙂

Segundo a marca:

“Niely Gold Mega Brilho é uma linha pensada para fazer o seu cabelo brilhar todos os dias. Desenvolvida com exclusiva fórmula, esta linha apresenta resultado imediato com ação antiopacidade, alinhamento das cutículas e pH balanceado.

Sua fórmula com filtro UV e proteção térmica, alinha as cutículas dando muito brilho aos cabelos.

Pode ser usado como finalizador para reparar pontas ressecadas e controlar o frizz. Dica: Pode ser usado na umectação capilar.”

Ele é um óleo bem básico, porém tem proteção térmica e por isso tive ainda mais vontade de usa-lo. Dá para aplicar tanto no cabelo seco quanto no cabelo úmido, e no meu caso eu opto por aplicar no cabelo úmido antes da escova!

Eu aplico uma quantidade generosa, pois tenho muito cabelo e meus fios são bem secos. Espalho bem e depois sigo com a minha escova normalmente.

O que eu gostei é que ele não pesa nos meus fios, e olha que sempre aplico ele junto de outros produtos, e mesmo assim o resultado é muito bom.

Gostei bastante do brilho que ele dá nos fios, e por isso tenho usado bastante, tanto que ele apareceu até no vídeo de favoritos!

Não senti que deixou meu cabelo macio, mas na questão do brilho em si (que é o que produto promete), ele cumpriu bem a sua função.

Além disso, eu gostei bastante do cheirinho! 🙂

Ele já está a venda e o preço é R$19,50. E aí…já conheciam esse produto da Niely?!

Beijos

Analisando Cabelos Antigos

Eu sempre fui o tipo de pessoa que ama mudar a cor e o corte do cabelo. Sempre encarei como uma diversão, um acessório e nunca fui muito apegada sabe?

Acho que pelo fato do meu cabelo crescer muito rápido, sempre encarei essas mudanças de maneira natural.

Minha mãe também sempre foi assim com o cabelo dela, então acho que acabou sendo a minha referência capilar.

Resolvi buscar no fundo do baú algumas fotos para analisar, junto com vocês os meus cabelos antigos!!

Comecei a pintar o meu cabelo de vermelho lá em 2004. Sempre quis ser ruiva (amava a Geri das Spice Girls), e aos meus 16 anos minha mãe pintou meu cabelo de vermelho.

Na época eu usava coloração de farmácia mesmo, e usava a cor Cereja da Koleston. Eu amava esse cabelo e fiquei com essa cor até o começo da faculdade em 2006.

Meu sonho mesmo era ter o cabelo vermelho neon, igual ao da Mari Moon no auge do Fotolog.

Depois de muito insistir e levar referências ao cabeleireiro, minha mãe topou realizar essa mudança no meu cabelo. Foi a cor que mais deu trabalho na minha vida!

Descolori meu cabelo inteiro, ele ficou quase branco, e aí aplicado uma coloração vermelha. Ficou exatamente do jeito que eu sempre sonhei.

É claro que eu não teria novamente essa cor de cabelo, mas naquela época era o meu sonho e fiquei muito feliz quando conseguir ter.

Esse tom desbotava muito e eu não sabia como cuidar, afinal, depois de ter descolorido o cabelo inteiro eu precisava de cuidados redobrados, né?!

Nessa primeira foto meu cabelo está super desbotado e danificado. Resolvi parar e pintei de castanho escuro.

Uns meses depois fui lá e apliquei a mesma coloração que havia aplicado no cabelo descolorido, e o resultado foi o da foto anterior.

Amava esse vermelho sangue.

Em 2007 resolvi parar de pintar o cabelo e voltei a minha cor natural. Fiquei morena durante algum tempo e nessa época meu cabelo ficou mara!!

Ele era bem longo, com ondas no comprimento e bem encorpado. Amava!

Mas aquela vontade de pintar o cabelo sempre aparece, e eu resolvi que queria ser loira.

Eu queria ser loira de uma vez só, mas o Edu – meu cabeleireiro atual, disse que iria danificar demais e sugeriu que fizéssemos aos poucos.

Começamos com mechas mas não fiquei nem 2 meses com esse tom, porque não me acostumei. Tentei gostar mas não rolou…

Voltei para minha cor natural, mas dessa vez resolvi fazer uma franja…ai ai ai. Pra quê, né?! Hahaha!

Eu acho lindo, já insisti algumas vezes na franja mas em mim realmente não rola. Temos que errar algumas vezes pra ver que não dá, né?! Hahaha!

Ahhhh, mas aquela vontade de ser loira não vai embora com facilidade. Hahaha!

Dessa vez pedi para o Edu fazer um ombré bem leve, só para iluminar mesmo. Esse foi um dos cabelos que eu mais gostei de ter, e não me dava trabalho nenhum!!!

Com o tempo eu fui clareando ainda mais as pontas.

Resolvi cortar no estilo long bob, e ainda carregar bem nas mechas das pontas.

Eu gostei bastante desse cabelo, mas hoje usaria com o ombré menos marcado. Faria algo mais sutil, sabe?

10 anos depois, em 2014, voltei para o ruivo mas dessa vez para um tom mais natural.

O ruivo você vai ajustando com o tempo, vai conhecendo seu cabelo, conhecendo o tom que você gosta até chegar no que você acha ideal.

Sempre me perguntam a cor que eu passo, mas entendam: o que funciona pra mim pode ser diferente pra você.

Talvez para ter o mesmo tom que eu, você precise usar uma mistura diferente. Na dúvida? Escolha um bom cabeleireiro e confie no trabalho dele.

Também tenha paciência, pois as vezes não fica do jeito que você quer logo na primeira vez.

Quando voltei para o ruivo o Edu fez um tom mais fechado, e fomos abrindo até encontrar o que eu queria. Demorou um tempão!

Só que eu queria um ruivo super laranja, e fomos abrindo até chegar nesse tom. Olhando as fotos hoje é o ruivo que eu menos gosto, e não voltaria a tê-lo.

Além disso, meu cabelo nessa época estava super detonado e nada saudável. O maior problema dessa cor é que, além de não combinar comigo, desbotava MUITO fácil.

Em 15 dias eu estava loira, sabe?

Depois de muito tempo comecei a pedir pro Edu deixar o meu cabelo um pouco mais vermelho, e foi a melhor coisa!

Dessa forma a cor dura muito mais, eu consigo ter um intervalo maior entre os retoques e o meu cabelo voltou a ser saudável.

Esse corte eu fiz ano passado e gostei bastante. Quem sabe eu volte!! 😉

Olha como meu cabelo fica desbotado!!

Acho essa cor linda e eu demoro uns 35 dias para precisar retocar. Eu acabo retocando mais pela raiz, que fica enorme, do que pela cor em si.

Essa foto foi logo após o último retoque!!

Estou deixando o meu cabelo crescer, quero que ele fique super longo como era em 2007. Vamos ver se eu vou aguentar, né?! Hahaha

Gostaram das minhas mudanças capilares?!!?

Beijosss

, , , ,
6