Testei: Mini-lápis Capricho Cores – O Boticário

Vocês não devem mais estar aguentando a minha seção “testei” né gente? Mas eu só ganhei maquiagem de Natal! Juro, todo mundo resolveu ignorar os meus pedidos de sandálias Melissa, perfumes, roupas e me deram só make, não que isso seja uma coisa ruim, pelo contrário, agora eu tenho MUITO material para post.

No kit que minha mãe montou pra mim do O Boticário tinham 2 mini-lápis da linha Capricho Cores, o Dourado Disco e o Preto Xtreme. O dourado eu ainda não usei, mas quando passei ele só para testar ele tem um brilho lindo e o preto é comum né gente? Aquele basicão que a gente sempre carrega.

Na segunda-feira eu usei para vir trabalhar o lápis preto que eu ganhei, delineei os cílios inferiores como sempre, nada de diferente. Para mim um bom lápis de olhos não derrete, não some, não borra, não fica quebrando, tem boa fixação, tem que aparecer a cor e ele tem que ser macio.

Esse da linha Capricho infelizmente deixou a desejar. Na questão de maciez ele é ótimo, desliza, não machuca e por ser mini se torna fácil achar espaço para ele na necessáire. Agora quanto a fixação, que desastre! Usei só para vir trabalhar e ele sumiu em muito pouco tempo, e gente se ele não aguenta as 6hrs que eu fico sentada no ar-condicionado, só atendendo telefone e sendo simpática, quem dirá em uma balada que eu vou me jogar e dançar até não poder mais?

Não fiquei com o efeito “panda” mas ele sumiu e não sei onde foi parar a cor! Poxa Botica, me decepcionou hein!

O mini-lápis custa R$10,90 e está disponível também nas cores prata rave, rosa house e verde clubber.

Beijos.

O mito da "palhacinha"

No post que eu fiz sobre o blush aquarela da Natura, a Rapha Dal’Col pediu para eu falar sobre a maquiagem em excesso. Primeiro acho que bom senso é fundamental, mas ele está aliado com o gosto da pessoa, e isso é algo variável entre nós mulheres, mas existem certas atitudes que podem ser evitadas gerando assim uma harmonia. Mas todo mundo erra não é? Eu já errei, você já deve ter errado e mais um monte de mulher vai errar um dia também gente, porque não?

A maquiagem existe para corrigir imperfeições, valorizar e destacar aquilo em que mais gostamos e temos de bonito em nosso rosto, então porque algumas mulheres insistem em parecer a viúva Porcina ou uma palhacinha pelas ruas em pleno Sol do meio-dia? Falta um “toque de amiga” e eu vou dar aqui!

“Tô ghatã uh”

Evite

  • Excesso de base e corretivo (ou mal aplicados) – passe o necessário e procure um tom o mais próximo da sua pele. Procure bases com a formulação mais leve.
  • Excesso de pó compacto – os pincéis ajudam a deixar mais uniforme e um aspecto mais natural, evite esponjas.
  • Blush mal aplicado – aplique de acordo com o formato do seu rosto e procure esfumar para não ficar “marcado”.
  • Brilho – a luz do dia já é suficiente para destacar o seu rosto, guarde os produtos com shimmer para usar de noite.
  • Sobrancelha – muito finas, arqueadas demais, não invente! Faça de modo que fique com harmonia, que valorize seu rosto e que não fique com aspecto artificial

Prefira

  • Maquiagem mineral – dá um aspecto mais natural, a contém 1g lançou uma linha e a Mary Kay também possui produtos desse tipo.
  • Blush – procure produtos sem brilho e com efeito matte para o dia.
  • Sombras – fuja dos “olhos esfumados” para o dia e use sombras claras com efeito matte.

São dicas simples, mas que só quando a gente erra é que se dá conta disso, eu já errei muito, já andei muito exagerada, queria usar tudo que eu tinha ao mesmo tempo, hoje eu tenho mais cautela com isso. Quem não abre mão do trio base-corretivo-pó (eu!) acho legal durante o dia dá uma maneirada, usar produtos mais leves e fazer uma maquiagem o mais natural possível, a boa maquiagem é aquela que justamente parece que não estamos maquiadas, o excesso nos envelhecem e fica feio.

Ultimamente só tenho usado nos olhos delineador na pálpebra superior e máscara para cílios, estou me desapegando do lápis de olhos everyday. E você?

Beijos.

*palhacinha: termo “roubado” do cafa do Manual do Cafajeste para mulheres que usam maquiagem em excesso.

6

Testei: tendência gloss como sombra

No final da temporada passada de Verão, a Vogue Passarela na seção “Beleza” havia publicado uma das tendências do verão 2009: o gloss usado como sombra.

Isso mesmo, o gloss dá um efeito “molhado” ao olhar, deixando a makeup mais fresh, mais verão e ainda é mais fácil de aplicar. Mas peraí, isso realmente funciona? Resolvi testar e mostrar para vocês.

Usei um gloss rosa da Avon, o Glazewear na cor Rosa Suave e o resultado é esse:

Realmente, é muito mais fácil aplicar pois a maioria dos glosses vendidos por ai, tem ou aquele pincel ou uma esponjinha. Mas me desculpe que inventou isso, ou quem aderiu a moda, é HORRÍVEL! Isso mesmo, com letras maiúsculas. Além de acumular na dobrinha do olho, é complicado espalhar de uma maneira uniforme, se bater um vento o seu cabelo vai ficar grudando e simplesmente é horrível na hora de tirar. Pô, na boa, nêgo inventa isso por preguiça né? Tantas cores e tipos de sombras lindas sendo vendidas por aí, com uma infinidade de jeito de criar algo bacana, o cara vai lá e fala que passar gloss nas pálpebras é moda! Moda por que não foi ele que ficou com os olhos colando (sim, você pisca e fica colando) nem muito menos sofreu na hora de remover. Isso é coisa de gente que tem pressa na hora do backstage, só pode!!

Péssimo, reprovo e falo mal!

Beijos.

14

Testei: Blush Natura Aquarela

Mês passado a Natura estava cheia de descontos na maioria das suas coisas. Eu como boa Creuza que sou me joguei lindo nessas promoções. Comprei esse blush da linha Aquarela e aquele Candeia que eu postei aqui. Não me pergunte quantas bochechas eu tenho, pois dá pra eu viver até a eternidade sem precisar comprar nenhum blush, mas girls, vocês sabem como mulher é né? Nunca tem o suficiente, o outro é sempre um pouquinho diferente, essas coisas.

Esse é aquele típico blush pra você levar na bolsa: pequeno, discreto, barato e com boas opções de cores. Como a maioria dos meus blush são em tons de rosa, resolvi comprar um mais bronze/alaranjado para ver como ia ficar, levei na cor 04.

Ele é fácil de aplicar e de espalhar, a cor é bem bonita e pigmentada. A duração está em fase de teste, passei as 12h30 e as 19h ele ainda permanecia nas minhas bochechas, isso é bom!

No geral ele é um blush bem básico, sem muito “fru fru” (nota-se pela embalagem) ótimo para ser levado da bolsa ou deixado na mesa do trabalho, pois se sumir/quebrar ou você perder o investimento não foi tão alto né? No ciclo que eu comprei ele custou R$9,90 (quase certeza), na internet o preço tá R$16,90.

Quem se jogou também?

Beijos.

13