#ClaudinhaNoChile: Passagens, Hotel, Dinheiro, Roteiro e Dicas!

Quem me acompanha nas redes sociais, sabe que passei 7 dias em Santiago no Chile.

Fiquei apaixonada pela cidade, a viagem superou as minhas expectativas e por isso vou fazer uma série de posts a respeito disso.

Filmei vários momentos e a minha ideia é liberar esses vídeos junto com os posts sobre a viagem. Os vídeos são no estilo “vlog” e podem fugir um pouco do assunto dos posts, mas acho legal compartilhar esse dia a dia com vocês.

“Quero deixar claro que a opinião sobre a viagem é totalmente de acordo com os meus gostos. Viajei com o meu namorado, nós gostamos bastante de sair a noite para bar e etc.

Na hora de pesquisar um “Guia de Viagem” eu recomendo que seja alguém com gostos parecidos com o seu, assim fica mais fácil de gostar das indicações!”

vlogchile-1

Porque Santiago – Chile?!

Eu nunca tive muito interesse em visitar o Chile, mas dois casais de amigos já foram a Santiago e amaram a cidade. Dei uma pesquisada e acabei gostando muito do que li.

Outro ponto positivo é que é um país que não precisa de visto, e os preços dos serviços são parecidos com os do Brasil.

A proximidade com a língua também ajuda muito.

A compra das passagens:

Eu acompanho diariamente o blog de viagens “Melhores Destinos”, e para quem procura promoções de passagens é o melhor.

Todos os dias eles postam promoções de passagens aéreas para o mundo todo. eu fico maluca com os preços e louca para viajar.

Já estava planejando essa viagem, aproveitei que o Caio iria tirar férias, e por isso comecei a monitorar os preços das passagens. No meio do ano passado a Tam fez uma promo e eu comprei ida/volta de Santiago por R$650 + taxas.

Pelo que pesquisei esse era um dos melhores preços. Comprei diretamente pelo site da companhia e não tive problemas.

A escolha do hotel:
Todos os guias de Santiago que li diziam para não se hospedar no centro da cidade, e sim nos bairros Providência e Bella Vista por serem mais movimentados.

Procurei vários hoteis pela região, mas para a data que eu queria já estavam esgotados e acabei optando por alugar um flat.

Fiz a reserva pelo Booking.com e não tive problemas. O legal é que você pode ver a opiniao de quem já se hospedou no local, e ver se é realmente isso que você quer.

Além disso, não precisa pagar pela reserva nem pelo cancelamento. O pagamento é feito somente no hotel, e não pelo site.

Existem diversos flats na região de Providencia e Bella Vista, e os preços são parecidos com os do centro, por isso escolhi ficar em um bairro de fácil acesso e com lojas/mercado/shopping perto.

Foi uma ótima experiência pois o apartamento que ficamos tinha uma estrutura muito bacana.

O Flat:

vlogchile-2

vlogchile-3

Ficamos hospedados no City Inn, localizado na Av. Providencia n.2170.

Ele fica ao lado do metrô Los Leones, em uma avenida bem movimentada e cheia de lojas.

Adorei pois fizemos todos os passeios de metrô, o que ajuda a economizar uma grana, e andamos pouco de táxi.

Além disso, essa avenida conta com vários restaurantes. O City Inn fica bem perto do Costanera Center (10min a pé), que é um shopping ótimo e com um mercado (Jumbo) muito bom.

No apartamento que ficamos tinha geladeira, fogão, forno, microondas, ferro de passar roupa e vários utensílios de cozinha.

Foi bom pois compramos água, frutas e outras coisas para comer durante a viagem.

O apartamento é novo, arrumado, com sala e uma varanda bem grande. Eu gostei muito!

Paguei U$700 (o pagamento é feito em dólares ou peso chileno), por 7 diárias. O pagamento é feito no momento do check in.

Também fechei com a equipe do City Inn o tranfer até o hotel, e paguei U$35.

No geral eu gostei bastante, mesmo sendo um pouco caro, achei que valeu a pena. O prédio tem piscina e academia mas nós não chegamos a usar.

O flat tem internet grátis e a conexão era ótima!! 🙂

Vale lembrar que o City Inn é um flat e não um hotel, ou seja, não inclui nenhuma refeição. Fiz um vídeo mostrando o apartamento, e no próximo episódio da série #ClaudinhaNoChile eu mostro pra vocês! 😉

Dinheiro:

A moeda do Chile é o Peso Chileno e no primeiro olhar assusta tantos zeros que vemos nos preços.

Para a conversão eu recomendo o aplicativo Conversor de Moedas (é para iPhone, não sei se tem para Android). Não considerei 100% o valor no aplicativo pois ele não mostra qual a taxa de câmbio, e o valor que você paga na casa de câmbio é sempre maior.

Vale a pena para ter uma ideia do valor. Outra dica que li é que se o valor do real for próximo a 200 pesos, é só multiplicar por 5 e cortar os zeros.

Eu levei dinheiro em espécie e fui trocando aos poucos de acordo com a necessidade. Não troque tudo de uma vez pois o câmbio muda bastante todos os dias.

Não troque o dinheiro no aeroporto, espere para trocar diretamente na cidade. Eu troquei um pouco no shopping (com uma taxa péssima) o suficiente para pegar metrô e comprar coisas básicas, e o resto troquei no centro da cidade.

Na Rua Augustinas (altura do número 1036) existem várias casas de câmbio, é só ver qual a melhor cotação e trocar.

Também levei cartão de crédito mas quase não usei.

Não levei cartão de débito pois o IOF está o mesmo do cartão de crédito (6,38%), e eu optei por levar em espécie.

A quantidade de dinheiro que cada um deve levar é totalmente pessoal. Tudo depende do seu estilo, onde pretende ir e o que pretende comprar.

Eu e o Caio gostamos muito de ir em bares por exemplo, então gastamos mais do que um casal que não bebe.

Calcule de acordo com o seu estilo, e leve um cartão de crédito para uma emergência! 🙂

vlogchile-4

Roteiro:

Nós não planejamos nenhum roteiro para essa viagem, fomos procurando o que fazer de acordo com a nossa vontade.

Eu tinha na minha “listinha” restaurantes e lojas que eu queria vistar, como ficamos 7 dias deu para fazer tudo com calma.

Se você vai viajar em grupo eu recomendo fazer um roteiro antes, assim fica mais fácil e ninguém se chateia.

Viajar em grupo é super legal, mas cada um acaba tendo um interesse diferente, por isso recomendo o roteiro. Assim todo mundo curte a viagem junto.

Gostaram das dicas?! Procurei detalhar bem essa parte “burocrática” pois foram informações que eu encontrei bem espaçadas na internet, e acho que dessa forma facilita para quem está com vontade de visitar Santiago.

Nos próximos posts vou falar sobre os pontos turísticos, lojas, restaurantes e bares que conheci.

Fiquem de olho!

Deixe uma resposta para Maria de SP Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Ai Claudinha, como eu amei acompanhar suas fotos e estou ansiosa pelo resto dos vlogs. eu amo o chile, foi minha primeira viagem internacional, e assim como você, nunca havia pensado em ir lá antes, mas quando comecei a pesquisar, logo me apaixonei. também fiquei na providência e amei muito!!! o chile é foda pra caralho! <3

  2. CLAUDINHA,

    PRIMEIRO QUERO DIZER QUE ADORO SEU BLOG! acompanho VÁRIAS BLOGUEIRAS, MAS VOCÊ É MINHA FAVORITA! ACHO QUE VOCÊ PARECE TÃO “REAL” , TÃO “GENTE COMO A GENTE”, ENTENDE? RSRSRS

    fui PARO O chile EM 2012, COM MEUS PAIS E MINHA IRMÃ (largamos OS BOYS EM sp)! e nós TAMBÉM AMAMOS O PASSEIO! te ACOMPANHO PELO FACE, ENTÃO VI QUE VOCÊ FOI EM VÁRIOS LUGARES QUE EU FUI! adorei!

    mais UMA VEZ, PARABÉNS PELO TRABALHO!!

    bEIJOSS!

  3. Que delicia, adorei o vlog!
    Não tenho noção de quanto costuma ser passagem para o Chile, mas ano retrasado eu estava procurando passagem de Minas para a Bahia no final do ano e estava R$900, logo achei super barato o que vocês pagaram!
    Tenho muito interesse em conhecer o Chile, mas no frio… Pena que dizem que a cidade ficar muito cara!
    Claudinha, você não achava mais barato trocar o dinheiro aqui no Brasil não? Ou saia mais caro? Ou nem pesquisou? Beijossss
    http://www.brendasoares.com

  4. Adorei o post e o vlog,me deu uma ideia diferente do que eu pensava ser Santiago
    Ansiosa para o vídeo de comprinhas

  5. eU FUI PRO CHILE EM 2012 E CURTI MUITO, TAMBÉM FIQUEI NUM FLET MARAVLHOSO NO BAIRRO BELA VISTA.

    adorei o post, estou me programando pra ir a Buenos aires e disney esse ano.
    Beijos

  6. Oi claudinha, adorei seu post.
    Será possivel você falar quanto você gastou em reais nessa viagem?!
    Obrigada

  7. Adorei as dicas. Mas me diga uma coisa, você comentou que não precisa de visto pra entrar no Chile, mas precisa ter passaporte? Ou funciona igual a ir pra Argentina, basta apenas o RG?
    Beijos

  8. hahahaha, adorei seu vídeo. mto legal ver que vc aproveitou bastante santiago.

    vc tem toda razão, aqui eles raramente tomam alguma coisa MUITO gelada… é um saco, eu morro de saudade de uma cervejinha trincando e aqui… nada.
    que bom q vc nao comeu a centolla. é caro, é grande e pelo preço, vem mta pouca ‘carne’. é o maior pega turista isso aí… vc chegou a comer ceviche???

    ahn, o huesillo é um tipo de aveia daqui do chile 🙂
    esperando os próximos vídeos
    bjinhoss

  9. Oi Claudinha!! Adorei o vídeo! Super bacana. Você é demais. Fico ansiosa espetando seus post!!
    Gostei da música que está no vídeo!
    Qual nome??
    Obrigada!
    ;*

  10. Oi Claudinha…. tô passada, a parte de dentro do flat que vc ficou é muito parecido com o que fiquei, os móveis, o banheiro, os armários, tudo (menos a varanda), porém os nomes são diferentes kkkkkk! Ai que saudade!!! Essa cidade é apaixonante! Quando fui ainda estava nevando e muito frio, o que deixou a cidade com um super ar europeu e mais romântica… valle nevado também é sensacional! Se vc tiver a oportunidade, volte no frio!!! Vc foi à Valparaíso e Viña del Mar? Estou aguardando ansiosa os próximos vídeos! Beijinhooosss

  11. Claudinha! estou programando uma viagem para santiago e vou esperar ainda mais, inclusive para ver suas dicas!!!
    seu namorado é muito simpático como você! muito sucesso! bjs

  12. Ola claudinha
    adorei o post!! estive no Chile em Outubro e também amei!! Fiquei em um hotel bem parecido com o seu, inclusive pelas fotos, mas chamava rq providencia suites e tinha o café da manhã incluso e servido no quarto. Aguardo os proximos posts pra lembrar da minha viagem!! agora quero voltar no tempo da vindima, pra ver a colheita. bjs

  13. Adorei o post. Tenho muita vontade de visitar o chile, sempre me interessei pela cultura e tals. Adorei o post pois me tirou algumas dúvidas. Parabéns!

  14. Oi oi oiii,,,

    Normalmente não comento muito, fico mais quietinha…
    Mas nesse, além do normal, curti muito a trilha!!! 🙂

    Beijokas e sorrisos,,,

  15. PASsei esse ano novo no chile e amei!!to adorando ver tua viagem e ao mesmo tempo relembrar a minha hehehe fiquei em hostel na providencia pq adoro o clima e santiago tem vários bons e baratos…chegou a ir no patio belavista??os restaurantes d lá são muito bons e o lugar era ótimo pra um happy hour depois dos passeios..beijos!!

  16. Oi Claudinha! Meu namorado foi uma vez ao Chile e amou, e agora quer voltar comigo pra eu conhecer. Estamos pesquisando os preços de passagem, mas ainda não encontrei nenhuma promoção… alias, R$ 650 é um achado, hein?
    Muito legal o post, vai ser bem útil qdo a gente for pra lá 😉
    Beijão

  17. Oi Claudinha,
    Irei a Santiago no Carnaval e será que vc poderia postar alguns endereços de restaurantes e bares, como sugestão bacana para comer (sem gastar muito rs). Obrigada.
    bjs

  18. Adorei o post! Muito bom claudinha! você estava linda na viagem! Tem uma página mara de dicas de santiago no facebook chamada “santiago do chile para brasileiros”. me ajudou demais a planejar minha viagem! beijos

  19. Eu adorei as dicas!
    Estou querendo fazer intercambio de 1 mes para aprender espanhol e estava entre buenos aires e chile. Já conheço buenos aires e queria ir para um lugar que não conhecia ainda, então, depois dessas dicas estou quase convencida de ir pra santiago mesmo.
    obrigada!

    ps. é a primeira vez que venho aqui. parabéns pelo blog.

    http://www.sampafeelings.com.br

  20. Adoreii Claudinha!!
    to tomando coragem de fazer viagens assim.
    Um dúvida, eu sempre pesquiso no booking mas nunca me aventurei a fechar algo.ele é confiável mesmo?
    no caso vc pagou em dolar?
    outra curiosidade, normalmente vcs do aeroporto vc pegam taxi? os taxista de la são malandros com turista?
    Adoroo o site!!
    Bjs

    • Sim, de todas as vezes que reservei por lá não tive problemas.
      Sim, paguei em dólar mas tinha a opção de pagar a mesma quantia em pesos chilenos.
      Eu não peguei táxi no aeroporto, fechei um transfer com o próprio flat. Eles me enviaram email perto da data da minha viagem e combinamos tudo via email.
      Os táxis que peguei na cidade foram todos certinhos.
      Bjs

  21. Adorei o flat. design super moderno, com piso de madeira. O preço super bom também. valeu pela dica. Quando for a santiago com certeza vou tentar me hospedar nesse mesmo flat.

  22. Olá Claudinha, tudo bem?

    Sou super sua fã .. Adoroo seu blog e não perco um vídeo no Canal rs*
    Ao ver a um tempo seu Vlog de Santiago notei que fez um comentário falado que comprou um chip de alguma operadora local para fazer a utilização da internet.
    Gostaria que me explicasse como você fez esta contratação e se puder falar os valores, pois estou com viagem marcada para Santiago e gostaria de fazer o mesmo.

    Adorei todas as suas dicas.

    Obrigada!

    Bjos.

  23. Claudinha, como você realizou o pagamento do transfer que você acertou com o City Inn? Ele foi realizado junto com o pagamento das diárias ou separadamente? Em dólar, peso ou aceitaram real pelo menos no transfer? Grata.

  24. Olá Cláudia,

    Primeiramente gostaria de dizer que adoro o seu blog!!!

    Bom, acompanhei a sua viagem para o Chile no início do ano, vou para lá em dezembro e gostaria de saber quanto você gastou mais ou menos, algumas dicas do câmbio de lá, onde trocar dinheiro por um valor melhor e como funciona a moeda, que até hoje não consegui entender direito!!! ehhehe divide por mil e multiplica por quatro? é mais ou menos isso??

    Obrigada,

    Beijinhos, Camila.

  25. Claudinha!!!

    Estou programando uma viagem para Santiago em Dezembro deste ano, adorei suas dicas e estou aproveitando várias delas para a minha viagem. Hehehehhe.
    Começando pelo aluguel do flat… Mas fiquei com uma dúvida: Fiz uma pesquisa nos comentários do TripAdivisor e vi que na maioria, as pessoas dizem que os flats nos andares mais altos são os melhores. Quando você fez a reserva pelo Booking, você escolheu se o flat ia ser com vista lateral/frente, ou o andar e etc? Como funciona?

    Beijoss

    P.s.: Adoro seu blog!

  26. Oi Claudinha! Aluguei o mesmo flat que vc ficou em Santiago! O apartamento é mesmo novo, limpo e confortável? A região do flat é tranqüila para andar a pé e pegar metrô?